quarta-feira, 29 de junho de 2011

1 mês juntos...


Siiiiiiiiim, hoje o rafa e eu fazemos um mês que demos nosso primeiro beijo!
Como diz o rafa: "não foi esquecer essa noite". Depois de termos tomado café no buffet da São José, fomos andando até o ponto de ônibus, onde cada um seguiria seu rumo. Encontramos no caminho um cara estranho na passarela, daí continuamos em frente, ao invés de subir nela para atravessarmos a avenida em segurança, preferimos ir seguir e atravessar no semáforo, na faixa de pedestre. O ônibus demorou, principalmente, porque eu havia perdido um deles, porque estava ocupada (com o que será?). Sim, já havíamos nos beijado e no ponto de ônibus. Desde então estamos juntos. Fofíssimos!

terça-feira, 28 de junho de 2011

Um dia frio...

Hoje está muuuuito frio, penso que mais frio que ontem. Porém, este ano estou sentindo frio, mas pelo menos não fico tremendo o tempo todo, assim como no ano passado que tremia demais. Percebi uma coisa com isso. Quando estamos com a auto-estima baixa trememos com mais facilidade no inverno, e quanto estamos com a auto-estima em equilíbrio ou elevada, sentimos frio, porem não ficamos tremendo o tempo todo. Constatação minha, não sei se é verdade.
Ontem e hoje estão fazendo um belo dia. Bem como eu gosto. Sol, céu azul e fresquinho. Tudo bem, está beeeeeeeeem fresquinho. Minha cidade hoje amanheceu com 0ºC. Soube que no Rio de Janeiro amanheceu 16ºC. Loucura, loucura, loucura!
Mas mesmo assim, o dia está maravilhoso!
Neste final de semana fiquei de molho em casa. Sábado eu ainda consegui fazer um dos meus cursos online, terminando-o. Esse curso era do IEL Conheça a Empresa. Bem legal! Comecei e terminei ele no sábado mesmo. Na sexta-feira eu tinha começado o curso Varejo Fácil do SEBRAE. Muito legal! Quero me esforçar bastante, porque um dia quero ser empreendedora e ter meu próprio negócio. Mas sei que ainda tenho muito o que aprender. E tenho que começar a trabalhar para colocar em prática tudo o que aprendi em teoria.
Que coisa booooooa! Estou bem animada! Agora só me concentrar e me organizar. Que tudo vai dar certo!

Música do dia: Nem um dia - Djavan

"Um dia frio
Um bom lugar prá ler um livro
E o pensamento lá em você
Eu sem você não vivo"

(Obs.: É mais pela questão que a música começa com um dia frio... Hahahaha! Nada a ver!)

Tenham todos um ótimo dia e uma semana iluminada!

sábado, 25 de junho de 2011

Feriado de Corpus Christi

Na quarta-feira não rolou a sueca, porque estava chovendo e o pessoal teve que trabalhar na quinta-feira de Corpus Christi (sacanagem!). Mas enfim, não rolou. Na quinta-feira, rolou jogo de War e Uno aqui em casa. Na sexta-feria rolou jogos no X-box na casa da Paula, onde preparei um empadão vegano (porque a Paula é vegetariana vegan) que ficou muito bom! Recebi altos elogios da Paula, da mãe dela e do Rafa (meu amorzinho!). E olha que eu nunca tinha feito um empadão vegano antes, não foi tão complexo! Foi divertido! Quero fazer isso mais vezes. Aprender novas receitas e fazê-la para os amigos e namorado comerem. Mas estava bom mesmo aquele empadão, só de pensar me dá água na boca. Mas vou fazer mais algumas vezes, estou pensando em fazer um café da tarde com os meus amigos em julho. Daí, aproveito para fazer novamente o empadão e comêêêê-lo. Foi muito divertido esses dias! Queria que eles voltassem para trás... Hahahaha! Pena que não tem como.

quarta-feira, 22 de junho de 2011

Aos meus amigos...

Aproveitando que hoje é véspera de feriado de Corpus Christi, vou fazer uma homenagem aos meus amigos super fofos que sempre me animam quando preciso, mesmo que eles não saibam que estou precisando. Que transformam meus dias em dias únicos e especiais. Que fazem-me ver que vale a pena viver.
Fiz um painel com alguns amigos meus. Falta gente, mas tem amigos que não tenho foto junto. Duas amigas minhas coloquei só a foto delas, porque roubei do orkut ou facebook. Tenho que marcar uma saída pra tirar pelo menos uma fotinho com meus amigos que faltam. ((=^__^=))

AMO TODOS OS MEUS AMIGOS!! Mesmo os que estão distante. Mesmo os que perdi contato. Mesmo os que começaram a namorar e não deram mais sinal de vida. Mesmo os que estão muito ocupados (com estágio, TCC, trabalhos da faculdade, etc.) para dar um oi. Mesmo aqueles que não batem os horários com os meus, por isso não conseguimos nos ver. Até mesmo as novas amizades que fiz, mas que ainda não nos conhecemos tão bem. Amo a todos, indiferentemente e incondicionalmenteee!

terça-feira, 21 de junho de 2011

Distrações e divertimentos

Tudo bem, escrever aqui não adiantou muito. O que adiantou foi chegar em casa, chorar no banheiro (não sei porquê, mas acho que é o melhor lugar da casa para chorar!), pegar a tesoura e cortar meu próprio cabelo enquanto escuto alguma música no meu iPod. Tudo bem que não tive coragem de cortar muito. Aliás, cortei quase nada. Não dá nem para perceber que cortei, porque só cortei as pontinhas, utilizando a técnica amarra todo o cabelo pra cima, junta tudo e corta. Aí, depois fui ligar meu computador e meu amorzinho veio falar comigo. Isso ajudou mais 100%.
Combinei algumas atividades para fazermos neste feriadão. Atividades que queria a muito fazer e não tinha coragem de fazer sozinha. Parece que vai ser bem divertido e agradável meu feriadão, que começará na quarta-feira depois da psicóloga (muito depois da psicóloga!) vou na casa do Anderson jogar sueca. Na quinta-feira, à noite, o pessoal vem aqui em casa jogar War Império Romano Edição Especial (o jogo é do meu cunhado!). Na sexta-feira, no final da tarde, estou vendo com a Paula se podemos (meu amigo, meu amorzinho e eu) ir na casa dela jogar X-box e comer coisinhas gostosas (estou louca para esperimentar o empadão vegano, a qual peguei a receita). No sábado, pensei em caminharmos (rafa e eu) até o centro e ir tirando algumas fotos pelo caminho. Ah! E claro, ver com ele o filme Enrolados, que baixei e ele não viu. O resto fica para eu fazer coisinhas importantes. Tenho que organizar isso num lugar melhor para que eu possa visualizar melhor o negócio.
Ah! Agora lembrei que tenho que colocar nesta programação ir no cinema ver Kung Fu Panda 2 e fazer meu curso Varejo Fácil do SEBRAE e o curso do IEL.
Tudo bem, estou bem louquinha... Ainda mais que quero também fazer alguns presentinhos para alguns amigos meus, quero ver se dou uma lida no que eu já escrevi e entreguei do meu TCC dessa última fase e dar uma arrumada/ajeitada pra ficar melhor. Além de atualizar meus blogs, fazer minhas tarefas do inglês, criar uns joguinhos (que tive umas ideias legais, busquei a inspiração na minha amiga Juliana Gritens que está fazendo um jogo educativo para crianças surdas de TCC).
Não, não... Será que um dia terei jeito? E ficarei um pouquinho quietinha no meu canto, sem ficar inventando coisas? Penso que não, é da minha natureza inventar coisas.

O que vamos fazer neste feriadão?

Boa pergunta! Tenho uma lista enooorme de possibilidades para este feriadão. Agora vou ter que ver o que realmente fazer, pois a lista é grande.
Queria criar uns jogos para fixar algumas coisas em inglês na minha cachola que insiste em esquecer das coisas. Tá, tudo bem. Não consigo esquecer em me divertir, sair com os amigos e pensar em coisas que o rafa e eu possamos fazer juntos. Oooops... Cade as obrigações? Vou ter que dar um jeito de encaixar tudo e mais um pouco. A Super-Carina vai ter que entrar em ação. Esse feriadão vai ser curtoo. Adoro inventar coisas para me distrair. Senão fico pra baixo. E isso eu não gosto de me ver ficar assim. É por isso que sempre estou sorrindo, ou melhor menos, sempre tento. Além de ficar fazendo surpresas para as pessoas que amo, assim transformo pequenos momentos em grandes lembraças. Fora que é gratificante ver os rostinhos dos meus amigos se iluminando de felicidade com a surpresinha, que por mais que seja pequena, é de coração!
Tudo bem... Não tenho muito mais o que escrever. Só queria escrever, porque não deveria ter feito uma coisa e fiz, agora estou triste e eu estava feliz (apesar dos meu sonho bizarro de hoje). Daí, queria escrever aqui pra ver se me distraio e deixo a tristeza de lado. Normalmente dá certo.

sábado, 18 de junho de 2011

Dia dos namorados

Oooops... Havia esquecido de escrever como passei o dia dos namorados... Foi muuuuuito bom, ficar com my lovely embaixo do edredon vendo filminho. E claro, trocamos presentes!


Esse foi um dos presentes que o rafa me deu. Ele me deu também uma caixa de bombom e um chaveiro com o cachorrinho de design da UNIVILLE, na cor roxa (minha favorita!). Eu dei pra ele um álbum de fotografia que eu mesma fiz, onde ele pode deixar em cima da mesa aberta na foto que ele quiser, e também dá pra mudar a foto quando quiser.
Foi muito bom o dia dos namorados. E os dias, consecutivamente, também. No começo é tudo só love!

sexta-feira, 17 de junho de 2011

Durante estas duas semanas

Semana passada e esta semana foram estressantes, por causa da 2ª Fase do TCC (fundamentação teórica e coleta e análise de dados). Passei essas duas semanas escrevendo no meu TCC, praticamente o dia inteiro, sem muito parar (mas, às vezes, eu parava pra jogar Cityville, um joguinho viciante do facebook!). Ontem eu terminei e entreguei as duas cópias no departamento. Detalhe: fui a segunda a entregar! Fiquei imprescionada eu esperava ser a sétima ou a décima a entregar, mas fui a segunda. Melhor pra mim, é claro! Vou receber meu TCC antes para corrigir e arrumar.
Depois que entreguei acabei capotando na cama (de cansaço!) nas tardes de ontem e hoje. Imprescionante o quanto eu dormi depois disso.
Ontem, à noite, teve lanche na casa da minha vó. Esbaldei-me no empadão! I love empadão! E hoje, à noite, teve nachos com queijo e carne. Ultimamente tenho comido muito nacho pro meu gosto. Graças a minha irmã e cunhado e minha amiga Gabi, que adora ir no Mango. Um dia desses vou postar sobre este bar maravilhoso e encantador da cultura mexicana aqui da minha cidade.
Ultimamente tenho me sentido meio estranha. Sei lá. É como se eu estivesse apenas levando a vida com a barriga. Mas, deve ser só impressão minha. Tenho a tendência de exagerar certas coisas. Infelizmente.

sexta-feira, 10 de junho de 2011

Novidades para o fim de semana

Acabei recuperando a minha fé nas pessoas. Penso que no dia seguinte mesmo. Penso que estava ficando pra baixo por influencia externa. Deveria parar de deixar me influenciar facilmente pelos outros.
Meeeeu Deus! Estou com um desejo de comer Yakisoba hoje! Que loucura! Como pode! Mas um franguinho com molho shoyo ia bem agora. E alguns legumezinhos como couve flor e brócules também cairiam bem!
Meu TCC parece que está longe de acabar e tenho que entregar a 2ª etapa (fundamentação teórica e coleta e análise de dados) na semana que vem. Droga! Poderia ser só na outra ainda. Mas enfim. Tenho que terminar. Mas parece que escrevo e escrevo e escrevo e não saio do lugar. Droga em dobro!
E o final de semana está chegando... E com ele vem o dia dos namorados...

E será o primeiro dia dos namorados que passarei acompanhada em 20 anos. ((=^__^=))

Antes tarde do que nunca! XD Tudo bem, isso é um pensamento enlatado, mas neste caso, é melhor pensar positivo, senão vou acabar me deprimindo por ter levado tanto tempo pra deixar que alguém entrasse na minha vida. Ok! Sou muito medrosa!

sexta-feira, 3 de junho de 2011

Acho que perdi a fé nas pessoas

É, acho que perdi a fé nas pessoas. O pior de perder a fé nas pessoas, é como se eu perdesse um pouco de fé de mim mesma, um pouco de fé na vida. E isto é ruim. Já perdi uma vez todas as esperanças. Já chorei até não aguentar mais. E não quero que isso se repita. Mas esta semana está difícil. E como posso ajudar uma pessoa que se encontra na mesma situação que eu?

Ai, ai... Às vezes, penso que acabo sentindo coisas que os outros estão sentindo. Porque essa perda de fé e tristeza que está me dando esta semana é totalmente sem explicação. Tudo em que fico com raiva de mim mesma por ser uma Carina quando estou sozinha e outra quando estou acompanhada de alguém. E eu gosto mais da Carina que está sozinha. Não sei, ela parece mais sábia, mais madura. Deve haver algo de errado comigo. Quando estou convivendo com uma pessoa pego os gostos dela, os trejeitos, etc. Não parece ser eu. Apenas quando estou sozinha sou eu mesma. O que me faz questionar se tenho uma personalidade, se sou tão fraca a ponto de ir na onda dos outros ou tenho essa coisa de querer ser aceita pelos outros. É mais provável a última opção. Eu tenho essa coisa de querer ser aceita pelos outros, mas no fim, sempre acabo me sentindo excluída e sozinha, mesmo rodeada de pessoas. É um inferno isso! Talvez seja por isso que gosto de ficar sozinha, porque me sinto mais equilibrada, em paz. Mas, porém, todavia, entretanto... Não posso pensar nessas coisas. Tenho que me socializar. É muito importante ter amigos. Mas, às vezes, fico pensando na qualidade desses amigos. Será que eles estarão ao meu lado quando eu precisar de um ombro amigo para chorar? Estava precisando de um agora! Merda!

quinta-feira, 2 de junho de 2011

Semana

Domingo seria o 19º aniversário da minha irmã mais nova, se ela ainda estivesse viva. Dia 29 de maio. Acho uma data fofa! Deve ser, porque era o dia do aniversário dela. Apesar de que, parece... Não sei explicar, mas é que nem 25 de setembro. Penso que é uma data perfeita, mas não é porque é meu dia de aniversário. Hahahaha... Bom, mas sei lá... Parece serem datas bonitas e sonoras. Eu e minhas loucuras internas.

Fui entrar no youtube pra escutar as músicas feitas a partir dos poemas infantis de Vinicius de Moraes, tema da minha coleção pro meu TCC, e vi um vídeo chamado "Não espere", muito lindo! Segue abaixo:

Não espere um sorriso... Para ser gentil.
Não espere ser amado... Para amar.
Não espere ficar sozinho... Para reconhecer o valor de quem está ao seu lado.
Não espere ficar de luto... Para reconhecer quem hoje é importante em sua vida.
Não espere o melhor emprego... Para começar a trabalhar.
Não espere a queda... Para lembrar-se do conselho.
Não espere a enfermidade... Para perceber o quanto é frágil à vida.
Não espere pessoas perfeitas... Para então se apaixonar.
Não espere a mágoa... Para pedir perdão.
Não espere a separação... Para buscar reconciliação.
Não espere a dor... Para acreditar em oração.
Não espere elogios... Para acreditar em si mesmo.
Não espere que o outro tome a iniciativa... Se você foi o culpado.
Não espere o eu te amo... Para dizer eu também.
Não espere o dia da sua morte... Para começar a amar a vida...

“Eu aprendi que são os pequenos acontecimentos diários que tornam a vida espetacular” William Shakespeare (será?? hoje em dia, confie desconfiando!).

Domingo, fui no buffet de café colonial da São José. Nossa! Fiquei estupefata pela sofisticação e elegância do ambiente. Fiquei até com vergonha de tirar todo do local para colocar as fotos aqui para mostrar. Desteira minha eu sei. Fiquei com vergonha e não tirei, infelizmente. Mas posso garantir que quem estiver buscando um lugar para tomar café mais requintado, lá é o lugar. Ah! Lembrando que de preferência é bom saber algumas regras básicas de etiqueta, porque havia dois pratos, dois copos e uma xícara com píres, além de duas facas, dois garfos e uma colher. Acredito que o prato menos fosse para o doce, juntamente com os talheres menores, porque normalmente as coisas menores são para sobremesa. E o prato maior e os talheres maiores fossem para os salgados. O buffet é livre e a bebida (suco, café e chocolate quente e frio) também fazem parte do buffet livre. Se quiseres pedir água, H2O, cerveja, refrigerante ou qualquer outra bebida, daí você deve pagar à parte. Falando da parte financeira, é meio caro para os meus padrões de estagiária. Então... Bom, levem dinheiro se você querem conhecer o lugar. Mas vale a pena para uma data especial, assim como o dia dos namorados (já que domindo que vem é o próprio!). É um lugar aconchegante e romântico! Pelo menos na minha opinião. A comida é ótima, pena que estava quase acabando quando fui pegar, daí, fiquei meio assim de pegar mais, porque eu sou muito de pensar nos outros. Porque se eu acabar com o empadão, outra pessoa não vai poder comê-lo. Falando nisso, AMO empadããão!
Engraçado, ultimamente estou preferindo mais salgados do que doces. Desde o começo do ano passado. Oras, uma doçólotra não querer comer doce? Isso é muito estranho! Pelo menos pra mim é. Talvez seja porque já comi muuuuuito doce na minha infancia, agora não tenho mais tanta necessidade assim de doce. Ou talvez, minha vida finalmente ficou um doce, daí, preciso comer salgado pra equilibrar. Hahahaha... Piração total!
Ah! Esqueci de dizer que a companhia no buffet da São José estava bem agradável também. S2 Vamos ver como vai ser o desenrolar desta novela. Hahahaha.