sábado, 31 de dezembro de 2011

Retrospectiva 2011

Limpando coisas. Armários, gavetas, pastas, caixas. Recordando situações, uma vida, um momento, um espaço de tempo alegre ou triste não importa, são lembranças importantes que constroem meu caráter.
2011. Ano bom. Não tão bom quanto gostaria, mas bom. Conheci muitas pessoas diferentes. Passei a me fortalecer a cada dia, apesar do começo triste e desastroso, além de confuso, onde fiquei totalmente perdida. Agora, sei onde estou, sei onde quero chegar. Objetivos trassados para 2012. Listas prontas, agora só falta coloca-las em prática.
Este ano foi um ano intenso. Trabalhei minha emoções e sentimentos. Agora estou conseguindo me socializar melhor, conversar com as pessoas, falar sobre meus sentimentos sem chorar (apesar de que as vezes ainda meus olhos se enchem de lágrimas, mas não chego a chorar realmente). "Cresci muito, aprendi em dobro", acho que tem uma comunidade no orkut com esse título, não sei ao certo, mas como não é uma frase minha, porque já a li em algum lugar na internet coloquei entre aspas.
2011 vai deixar saudades. Parei de tomar refrigerante, aprendi mais sobre meu corpo, sobre meus sentimentos, sobre mim. Descobri minha estranha capacidade de sentir as coisas, quero dizer, eu já sabia, porem tinha medo ou não queria ouvir minha intuição. Tenho que aprender a escutá-la.

Minha vida é resumida nesta frase: "Eu quero parar com tudo isso, ele é um menino que não pode acompanhar minha louca linha de raciocínio meio poeta, meio neurótica, meio madura". — Tati Bernardi. É preciso de alguém que ser meio tudo! Meio que eu mesma!

Eu deveria agir dessa maneira: "Vai menina, fecha os olhos. Solta os cabelos. Joga a vida. Como quem não tem o que perder. Como quem não aposta. Como quem brinca somente. Vai, esquece do mundo. Molha os pés na poça. Mergulha no que te dá vontade. Que a vida não espera por você. Abraça o que te faz sorrir. Sonha que é de graça. Não espere. ... Promessas, vão e vem. Planos, se desfazem. Regras, você as dita. Palavras, o vento leva. Distância, só existe pra quem quer. Sonhos, se realizam, ou não. Os olhos se fecham um dia, pra sempre. E o que importa você sabe, menina. É o quão isso te faz sorrir. E só." — Caio Fernando Abreu.

sexta-feira, 9 de dezembro de 2011

O que me faz feliz?

Amo fazer listas! Faço listas pra tudo, principalmente sobre atividades que devo fazer e realizar (como lembretes, que são mais conhecidos como TO-DO LIST). Mas esta que escrevo agora é a lista do que me faz feliz. Todas as atividades que realizo que fazem me sentir bem e realizada.

O que me faz feliz?

- Grupo de jovens MJE;
- Cia. de teatro da UNIVILLE;
- Escrever, ler, escutar música;
- Estar com os amigos e, às vezes, ter um tempo só pra mim;
- Aprender, criar e inventar coisas diferentes todos os dias;
- Ajudar os outros;
- Fazer artesanato.

E já tem previsão sobre o ano de 2012 pra mim:

Libra Primeiro Decanato: "Já os librianos do primeiro decanato vivenciam uma quadratura de Plutão. Para estes indivíduos, o ano de 2012 tende a ser experimentado como uma fase de identificação de coisas que não servem mais, que não fazem mais nenhum sentido. É chegada a hora de - sem piedade - reciclar tudo o que deixou de ter importância, sejam coisas, pensamentos, relações etc. Uma palavra-chave para este trânsito é depuração." (Revista Personare)

O mais engraçado de tudo isso, é que já venho sentindo essa necessidade, de identificar coisas que não servem mais, que não fazem mais nenhum sentido. Coincidência? Quem sabe!

quinta-feira, 8 de dezembro de 2011

Relacionamentos, não é tão fácil assim

Pela primeira vez li inteiro o e-mail que minha psicóloga me enviou sobre o fim dos relacionamentos. Antes eu começava e não conseguia terminar, sempre vinha algo em primeiro lugar. Mas finalmente consegui! Li ele do começo ao final. E percebi que deveria tê-lo lido antes, teria me poupado de um monte de coisa, ou não. Ninguém sabe, também! Talvez se eu tivesse lido antes não teria dado bola, teria achado uma perda de tempo, não sei. Poderia ser que eu não estivesse pronta para ler algumas coisas, por questão de compreensão. Compreensão que possuo agora.
O texto é muito bom. Fala sobre como as mulheres costumam se sentir ao fim de uma relação e como superar os traumas, conflitos, pensamentos, atitudes, tudo. Para quem não sabe lidar muito bem com perdas (assim como eu) vale muito a pena ler, se você só estiver curioso ou curiosa em saber como a maioria (não todas) das mulheres agem depois do fim do relacionamento leia: o primeiro texto Relacionamentos: não sabe brincar, não desce pro play, o segundo Descendo pra se divertir no play e aprendendo a levantar depois de cair e por último Controlando pensamentos destrutivos.
E pra quem esta interessando em conhecer a mente feminina, saber porque ficamos tão deslumbradas, fascinadas e alucinadas quando vemos um personagem como Edward Cullen, leia o seguinte artigo: Cuidado com o que você deseja: as Mulheres e Edward Cullen. Tudo bem, é uma postagem destinada as mulheres, mas além das mulheres entenderem seu comportamento alucinante, você (garoto/homem) também vai poder entender-nos, principalmente que para um homem o amor é uma coisa e para as mulheres o amor é outra.
Hoje estou só falando sobre relacionamentos. Uma coisa tão complicada e ao mesmo tempos tão simples. Simples porque é algo natural, complicado porque envolve dois seres humanos com várias semelhanças e muitas diferenças. E os atritos são inevitáveis, pois cada um tem sua forma de pensar, de interpretar uma mesma coisa e isso se torna muito perigoso. E não apenas relacionamentos amorosos, mas também familiares e entre amigos. Sei por experiência própria que não fui uma amiga muito fácil, sempre tão exigente. Mas não era exigente apenas com meus amigos, mas também comigo mesma. Agora, um pouco mais madura e consciente das minhas atitudes, posso me refrear quando estiver beirando a autossabotagem novamente. Apesar de nem sempre conseguir, mas é uma questão de prática e com o tempo, acredito que conseguirei.

Na próxima postagem, estou pensando em listar as coisas que me fazem bem e me tornam uma pessoa feliz. Seria interessante, não? Principalmente para que eu possa visualizar o que me faz feliz e assim não me esquecer mais, nem deixar de lado essas coisas tão importantes à mim.

quarta-feira, 7 de dezembro de 2011

Comprando pela internet

Hoje fiquei meio desesperada. Fiz uma compra pela internet, mas ultimamente as pessoas da minha casa estão fora trabalhando o dia inteiro e a empresa já haviam feito duas tentativas, só restando apenas uma. Meu desespero foi grande para resolver tudo com a empresa em meio online. E como fazer para enrolar a atendente enquanto você corre atrás das informações que você precisa para que o produto possa chegar em suas mãos? Segue minha conversa com a atendente (que troquei o nome dela por atendente) pelo chat online da Saraiva. Fiz algumas observações em vermelho. O pior é ser chamada de senhora! U_U

11:54:07 - Atendente: Bem vindo ao Atendimento da saraiva.com. Em que posso ajudar?
11:57:53 - Carina: bom dia, eu fiz um pedido, daí ele retornou 2 vezes porque não tinha ninguém em casa
11:58:07 - Atendente: Bom Dia, senhora Carina.
11:58:12 - Carina: quantas tentativas são feitas?
11:58:34 - Atendente: Pedido de numero 23694931 em nome de CARINA FREITAS DA ROSA?
11:58:46 - Carina: sim!
11:59:05 - Atendente: São efetuadas 3 tentativas de entrega e consta a informação 06/12/2011 17:29 PROBLEMA NA ENTREGA CONSUMIDOR AUSENTE (foi o que escrevi anteriormente, não precisa enfatizar! eu já sei!)
11:59:26 - Atendente: O local de entrega é comercial ou residencial, terá pessoas no local para receber?
11:59:42 - Atendente: Ou pode também informar algum vizinho que possa receber, caso não esteja no local.
11:59:42 - Carina: é residencial
12:00:07 - Carina: esta semana só terá a noite, apenas sexta-feira q terá no meio da tarde e a noite (tudo bem, não precisava contar minha triste história! hahahaha)
12:02:33 - Atendente: Senhora Carina, as entrega são efetuadas das 08 as 21 horas e não há como marcar horário (isto eu já sei! não espera eu molhar o bico!), tem algum vizinho que possa receber caso não esteja?
12:06:15 - Carina: dá pra tentar deixar com meus vizinhos do lado da minha casa, mas não sei o nº da casa deles
12:06:40 - Carina: e depois dessas 3 tentativas, como devo proceder?
12:07:28 - Atendente: A senhora tem como verificar o nome e o numero das casa, para que eu possa informar, pois se houver a nova tentativa sem sucesso o seu pedido será devolvido aos nossos estoques.
12:08:12 - Carina: não tem como retirar numa das lojas da saraiva?
12:09:00 - Atendente: Seria alteração do endereço da entrega e leva até 4 dias até que seja entregue na loja para que possa ir retirar.
12:12:15 - Carina: aham...
12:12:45 - Carina: e tem como alterar o endereço de entrega para um outro?
12:13:19 - Atendente: tentar informar o novo endereço, porém se não for atendido a nova tentativa de entrega ocorrerá em até 2 dias úteis.
12:16:20 - Carina: estou tentando procurar o número da casa da minha vizinha, sei q o nome dela é Sonia, agora não sei o número, o meu nº é 2XX o dela de ser entorno de 200 ou 198, 196, 190... por aí (pra ver como eu não sei de nada na minha rua)
12:18:21 - Atendente: Por favor aguarde um momento.
12:19:32 - Carina: o nº da casa é 1XX (SANTO GOOGLE!)
12:20:02 - Atendente: Confirma o numero da casa é o 1XX vizinha senhora Sonia?
12:20:16 - Carina: sim, isso mesmo!
12:21:02 - Atendente: Senhora Carina, encaminhei a solicitação para que haja a nova tentativa de entrega em até 2 dias úteis. (tomara que chegue no meio da tarde de sexta-feira, assim eu vou estar em casa, sem problemas!)
12:21:16 - Atendente: Me informe telefone do local da entrega.
12:22:35 - Carina: o telefone da minha vizinha eu não sei, o meu é XXXX-XXXX (sem comentários! U_U burrice ao quadrado! é óbvio que é o meu telefone!)
12:24:41 - Atendente: Qual é o DDD.
12:25:00 - Carina: (47)
12:25:38 - Atendente: Senhora Carina, obrigado pela informações é só aguardar a nova tentativa de entrega.
12:25:43 - Atendente: Protocolo:8865552.
12:25:45 - Atendente: Posso ajudar em algo mais?
12:26:03 - Carina: era só isso (esqueci de agradecer! aaaaff! que mal educada!)

Ignorâncias à parte, espero ter resolvido meu problema de entrega! Vamos ver se até sexta eu recebo o produto que comprei.

segunda-feira, 5 de dezembro de 2011

2011

Obaaa! Passei na banca de TCC, agora é só corrigir meu TCC, entregar novamente e pronto! Correr pro abraço. Ou talvez correr para procurar um emprego. Este ano foi um ano estranho, difícil, muitas coisas a pensar... Agora, em 2012, será o ano das concretizações! Amém!
Aqui coloco agora, algumas frases que me identifiquei durante todo este processo de 2011. Digo processo, porque foi um ano meio deprimente, porém riquíssimo em aprendizados e definições do que eu quero pra mim e minha vida.

Mudei, mudei muito. Às vezes sinto a minha falta, mas outras vezes acho que foi um alívio. — Caio Fernando Abreu

Ame como a chuva fina, que cai silenciosa, mas que faz transbordar rios. (Caio Fernando Abreu)

— Ai ai.
— Que foi?
— Nada, só precisava quebrar o silêncio.
(Caio Augusto Leite)

Eu preciso muito muito de você. Eu quero muito, muito, você aqui de vez em quando. Nem que seja muito de vez em quando. Você nem precisa trazer maçãs nem perguntar se estou melhor , você não precisa trazer nada, só você mesmo. Você nem precisa dizer alguma coisa no telefone basta ligar e eu fico ouvindo o seu silêncio. Juro como não peço mais que o seu silêncio do outro lado da linha, ou do outro lado da porta, ou do outro lado do muro, ou do outro lado. Mas eu preciso muito, muito, de você. — Caio Fernando Abreu

"Agradeço todas as dificuldades que enfrentei; não fosse por elas,eu não teria saído do lugar.As vezes as facilidades nos impedem de caminhar .Mesmo as críticas nos auxiliam muito" C.X.

Não esqueci a tempestade, não esqueci de nada, mas tomei uns analgésicos e a dor, aos pouquinhos, vai passando. E mesmo que você venha ameaçar meu dia com chuva, hoje vai fazer sol! E a previsão do tempo de amanhã também é sol, um sol digno de praia. Mas amanhã é amanhã, embora eu saiba que também vou sorrir, vou começar a sorrir logo de hoje, porque a vontade pulsa em mim, anima tudo aqui dentro do meu corpo e eleva minha alma. Eu vou sorrir porque quero! Porque nada do que você faça hoje roubará o meu sorriso de mim. — Tati Bernardi

Livrai-me de tudo que trava o riso, amém! — Caio Fernando de Abreu

‎"Suponho que me entender não é uma questão de inteligência e sim de sentir, de entrar em contato... Ou toca, ou não toca!!" [Clarice Lispector]

‎"Depois de tantas buscas, encontros, desencontros, acho que a minha mais sincera intenção é me sentir confortável, o máximo que eu puder, estando na minha própria pele.... É me sentir confortável, mesmo acessando, vez ou outra, lugares da memória que eu adoraria inacessíveis, tristezas que não cicatrizaram, padrões que eu ainda não soube transformar, embora continue me empenhando para conseguir...!" [Ana Jácomo]

quinta-feira, 10 de novembro de 2011

Mensagens à você

Para atualizar meu blog antes da entrega do TCC pra banca, que acontecerá semana que vem, estou postando um artigo do site do M de Mulher, pois estarei bem ocupada esta semana e feriadão. Entretanto ainda bem que ele existe (o feriadão), assim posso me dedicar ao TCC, dar um gás pra terminar logo, porque ainda tem bastante coisa a ser feita antes da banca e eu quero estar com tudo prontinho, tudo na ponta da lingua pra passar direto, sem problemas. Já me basta o TCE que desapareceu do departamento e eu tive que salvar num CD e entregar novamente. Mas agora, espero que tenha dado tudo certo!
Para aliviar as tensões, que ultimamente estão grandes, segue umas mensagens especiais de Zibia Gasparetto.

Zíbia e você
Mensagens sábias para sua vida
Por Redação Viva!Mais postado em 09/11/2011 às 11h53

Reunimos as melhores máximas do novo livro de Zibia Gasparetto, “Inspirações que renovam a Alma”, para que elas possam trazer conforto e alegria ao seu espírito.
“A vida tira tudo o que você tem e não valoriza”
“Sempre que surgir um pensamento negativo, troque-o por algo positivo, e ele desaparecerá”
“É você quem cria todos os fatos de sua vida. E isso é a sabedoria da vida colocando em suas mãos a responsabilidade de dirigir seu próprio destino”
“Fale menos e observe mais. A ansiedade distorce os fatos”
“Quem tem fé se fortifica e não se abate com facilidade”
“Quando você é verdadeiro e expressa o que sente, é respeitado, aceito e valorizado”
“Expresse os seus sentimentos; não se obrigue a fazer o que não quer só para satisfazer aos outros”
“A dor, quando vencida, transforma-se em progresso”
“É comovente saber que os seres queridos que partiram continuam a nos amar, a fazer o que podem para nos proteger, auxiliar e encorajar sempre que precisamos”
“O medo acaba sempre atraindo o que você procura evitar”
“Na busca da paz, esqueça as mágoas e note as qualidades dos familiares. Traga à tona o que perceber de bom neles”
“Toda dependência escraviza. Você prefere ser livre ou escravo? A escolha é sua”

Coleção Pensamentos – Inspirações que Renovam a Alma Autora: Zibia Gasparetto Editora: Vida & Consciência. Preço: R$ 12,90*

*preço pesquisado em novembro de 2011

quinta-feira, 3 de novembro de 2011

Novidades internacionais

Havia me esquecido de escrever que na sexta-feira passada, dia 28 de outubro, como era dia do Servidor Público, ou seja, ponto facultativo, minha mãe e eu aproveitamos para caminhar, fazer pesquisa de preço de X-Box 360 com kinect, comprar tecidos, fomos na Livraria Midas procurar se havia o livro "Se essas paredes falassem" da autora Maria Cristina Dias dos Reis e também passamos no MUNDO AFORA - Education, Travel and Culture para vermos intercambio para mim. Vimos para o Canadá e para a Itália. Óbvio que para o Canadá é mais barato que para a Itália, porém neste último país posso fazer 30h por semana de italiano e 30h por semana de acessórios de moda. Seria muito interessante e um a mais para meu currículo, que já é bom, mas sempre pode-se melhorá-lo. Mas pro Canadá também é bem interessante, principalmente, porque é inglês, né? Inglês é fundamental e é o idioma universal, então é muito importante.


Terça-feira, minha mãe e eu fomos ver o filme brasileiro "O Palhaço" com Selton Mello e Paulo José, grandes atores brasileiros. "Benjamim (Selton Mello) e Valdemar (Paulo José) formam a fabulosa dupla de palhaços Pangaré e Puro Sangue. Benjamim é um palhaço sem identidade, CPF e comprovante de residência. Ele vive pelas estradas na companhia da divertida trupe do Circo Esperança. Mas Benjamim acha que perdeu a graça e parte em uma aventura atrás de um sonho" (release GNC Cinemas). IN-CRÍ-VEL! De uma sensibilidade ímpar. "O palhaço faz os outros rirem, mas quem vai fazer o palhaço rir?". E hoje vamos ver "O filme dos Espíritos", também brasileiro. Esta semana estamos aproveitando a promoção de aniversário do GNC, compre um ingresso e seu acompanhante não paga. Essa promoção vai até hoje. Então, corra que ainda dá tempo.


quarta-feira, 2 de novembro de 2011

Bobiças do feriado

Frase do dia por Mara Gabrilli (fonte: Revista TPM):

"O ser humano, quando peita a si mesmo, desconstrói as próprias ideias."

Para quem não sabe o que é peita, segue seu significado retirado do Dicionário Priberam da Língua Portuguesa:
Peitar - Conjugar v. tr.
1. Subornar com peitas.
2. Corromper com dádivas.
3. [Antigo] Pagar peita.
4. [Portugal: Regionalismo] Melindrar, magoar moralmente.

Ou seja, quem se corrompe, destroi as próprias ideias. É o que acontece muito com políticos. Primeiro eles tem sonhos de um país melhor, depois ficam deslumbrado com tanto dinheiro e esquecem seus próprios ideais, quem eles são e de onde vieram.

Achei impressionante a revista Trip, ela é uma revista destinada ao público GLS. Não sabia que existia coisa parecida, mas é interessante! Et vivre la différence!

Agora este meu blog também está presente no facebook, assim podes receber novas postagens no seu facebook! É só curtir a página "Cacá, Diário à Bordo". Dêem uma olhada:


segunda-feira, 31 de outubro de 2011

Mudança de planos

Uma amiga publicou em seu mural do facebook (segunda-feira, 31 de outubro de 2011): "A verdade é que todo mundo vai te machucar,você só tem que escolher por quem vale a pena sofrer. Um dia a tristeza vai embora... Aprendemos a sorrir novamente... Fazemos novas amizades... E vemos que todo aquele sofrimento do passado, não valeu tanto a pena... Pois se a vida fez as coisas andarem dessa forma... Foi porque não era pra ser... Pois se era pra ser o que pensavamos que era, não teriamos tomado rumos diferentes... Teriamos continuado caminhando na mesma direção." (Autor desconhecido). Isso é fato!
Mas o que isso tem a ver? Pra mim muito, principalmente porque não lido muito bem com perdar, seja por falecimento, pela distância ou tempo. Mais o que me machuca, mais do que tudo isso, é quando alguém simplesmente te deleta como se você não valesse nada, sem se despedir, sem uma explicação razoável. Apenas de repente, PUFF! E é aí que a gente aprender a dar mais valor a quem realmente é importante em nossa vida, àquelas pessoas que realmente se importam com você, que procuram te fazer feliz, que não apenas dizerem que querem a sua felicidade, mas te apoiam em seus sonhos.
Sexta-feira, tive uma entrevista que pela primeira vez foi bem sucedida (até que enfim estou conseguindo não ficar tão nervosa e responder as coisas adequadamente). Depois fui no curso de automaquiagem da Contém 1g. E lá pelas 21h fui pro Teatro Juarez Machado pro Dia Internacional de Animação. Depois era pra uma amiga minha e eu irmos no Bovary, pois a banda Os Impublicáveis iam tocar, porém mudei de planos e fomos no Musashi Sushi Bar, onde um amigo meu se juntou a nós, apesar de não gostar de comer frutos do mar, principalmente crus.
Sábado foi a mesma coisa. À tarde, minha mãe e eu vimos ao filme Wall.e. Após fui pro grupo de jovens, que foi muito prazerojo. A reunião foi organizada pela Jade e Eduardo, e ela convidou a mãe dela para falar sobre comunicação. Como a mãe dela trabalha na APAE, ela nos mostrou as limitações dos PNE (portadores de necessidades especiais) possuem e como podemos nos comunicar com eles. Depois minha família e eu fomos na Baggio Pizzaria e Foccazzeria. Depois ia no Taberna pra festa de despedida da Cris que vai pros EUA, fui até lá, porém como cheguei as 22h e todo mundo só ia chegar as 23h, fui pra casa dormir.
Domingo apenas fiquei em casa. O almoço foi lá em casa mesmo. Minha mãe e eu vimos novamente o filme Wall.e, que é um filme incrível, muito fofo e com uma mensagem ótima para que possamos refletir sobre o futuro. Depois do filme, fui arrumar meu quarto. Estava uma bagunça, porque eu comecei a separar umas roupas para doação no sábado de manhã e acabei bagunçando tudo. Tem muita energia parada no meu quarto e na minha casa também. Tinha que pegar minha mãe pra fazermos uma organização geral jogando um monte de coisa fora. Desde comida estragada à produtos com prazo de validade vencida, além de jornais e revistas pro lixo reciclado, livros e roupas pra doação. Apesar de que minha mãe está cuidando do jardim juntamente com meu pai. Assim fica difícil. E eu deveria me consentrar no meu TCC, mas não estou conseguindo. Foco, foco, foco Dona Carina!

quarta-feira, 26 de outubro de 2011

News in my life

Segunda-feira me surpreendi com um comentário inesperado numa postagem antiga, mais precisamente de 3 de junho de 2011. É antiga, mas recente, digamos assim. Já havia até me esquecido que havia escrito que estava perdendo a fé nas pessoas, principalmente, porque voltei a frequentar o grupo de jovens MJE e minha fé está se renovando. Estou cobrando menos de mim mesma e, consequentemente, menos dos outros também. As cobranças geram expectativas que não atendidas geram grande frustração. Então, estou aprendendo algumas coisas para melhorar e não deixar me abater com as intempéries da vida.
No comentário a Bia escreveu ainda sobre amizade e coleguismo, apresentando que temos mais colegas do que amigos. Que os amigos dá para contar nos dedos. Isso é verdade! Quantos amigos você pode relamente contar? Também há aqueles que você pode contar, mas não tens coragem de testar a sua ajuda, por medo e insegurança. Claro que é bobagem, e você nunca vai saber se pode realmente contar com esse amigo se você não tentar.
Quinta-feira passada, saí do meu estágio e fui direto pra casa de uma amiga minha. Fazia tempo que a gente não saia pra jogar papo pro ar, ir no shopping, comer alguma coisa (calzone de palmito com massa integral com suco de morango e depois um petit gateau com sorvete de creme). Aproveitei nossa ida no shopping pra entregar uns currículos, duas lojas já aproveitaram para fazer entrevista comigo já. Senti-me tão bem depois disso, fazia tempo que não me sentia bem depois de uma entrevista.
Sexta-feira, minha família se reuniu em volta da mesa da cozinha para comer pizza, à noite. É muito importante e gostoso momentos como estes. Nós nos sentimos parte de algo bom.
Sábado foi o aniversário do meu tio, teve churrasco na casa dele. Minha irmã aproveitou para jogar um jogo de dança no Nintendo Wii. Agora ela está com vontade de comprar um X-box 360 com kinect (influencia minha, porque senão ela ia comprar um Nintendo Wii). No final da tarde fui no grupo de jovens. No começo estava meio monótono. Muitos estava quase cochilando. Mas depois engrenou o negócio e foi mais legal e divertido. Depois do grupo, corri pra casa, arrumei-me correndo (e fui surper rápida, mesmo tendo que trocar de roupa e fazer a maquiagem) e fui pro Fiji onde dois amigos meus estavam me esperando. Foi uma noite muito boa, cheia de gargalhadas e besteiras. E o suco de morango deles é MA-RA-VI-LHO-SO!
Domingo é o dia do descanso, então só dormi e me depilei também porque eu parecia um orangotango. Tudo bem, nem era pra tanto. Agora só falta depilar as pernas.
Hoje tive teste oral de inglês. Foi tranquilo e rápido, em 25min estava pronta. Corri pra Gerência de Gestão de Pessoas da Prefeitura entregar um documento e ganhei um outro para ser preenchido e entrega na primeira quinzena de novembro. Quero adiantar tudo, deixar tudo certinho pra não ficar pendências.
Ontem estava conversando com minha mãe. Muitas amigas minhas estão indo pros EUA. Estou atrasada! Deveria ir pra algum lugar também, estudar inglês fora, conhecer outra cultura e ficar um pouco longe dos meus pais, criando uma certa independência.
Como estou toda eco esta semana (não me pergunte porquê!), segue alguns vídeos sobre sustentabilidade, reciclagem, etc.


Hoje acabei sabendo de um concurso do IPTU e resolvi compartilhar com vocês a informação para que votem na frase e no desenho que vocês acham mais interessantes e bonitos para o próximo carnê do IPTU, feito pelos alunos de escolas municipais de Joinville. Para ir ao site do concurso para votar, é só clicar na imagem abaixo e seguir as instruções:


Eu já votei, vote você também!

terça-feira, 18 de outubro de 2011

Segunda postagem do dia

Não deu para segurar. Tenho que parar de ler certas coisas na internet. É muita informação que acumulo, o que é bom por um lado, porém por outro lado acabo não praticando e exercendo certas coisas que eu deveria estar colocando em pratica. Mas enfim...
Primeiro vou colocar uma imagem que encontrei no facebook na página Inteligente Vida:


Segundo vou colocar um recado que li no facebook de um amigo meu:

AMAR SEGUNDO O HÉLIO. Hoje fui à praia e fiz uma das coisas que mais gosto de fazer: PENSAR. Sempre digo que precisamos dominar nossos pensamentos pois estes quando colocados em lugares errados deixam nossas vidas um verdadeiro caos. E percebi que ultimamente estava colocando pensamentos nesses locais, fiz alguns consertos e me propus a usar a energia da minha imaginação e do meu pensamento somente no que é bom pra mim e para quem estiver ao meu redor. Nessa vaga viagem dentro da minha nau, repleta de histórias da minha vida, encontrei um baú com um do fatos mais lindos que carrego com muita ternura: O DIA EM QUE DESCOBRI COMO É REALMENTE AMAR. E agora compartilho com você: Um dia sentado com algumas pessoas, cujas faces merecem a minha reverência pela experiência de vida que carregavam, aproximou-se de nós uma professora com uma xícara de café querendo contar um fato maravilhosa que teve minutos atrás. Ela e mais algumas amigas estavam num bar jogando papo e ao mesmo tempo estudando, e quando perceberam estava sendo abordadas por um daqueles hippies vendendo seus artesanatos. Diante do insucesso nas vendas, notou que as mulheres ali eram professoras e os livros e fotocópias eram sobre 'história'. Ele falou sobre o mundo, que já havia viajado muito e reletava tudo com muita propriedade. E em dado momento num papo descontraído chegam ao assunto 'amor'. E ele disse que o segredo de amar não está em dar todo o amor que vc possui de uma vez só. E sim, em dar todo dia um pouquinho do seu imenso amor. Mas dar esse pouquinho com qualidade... cada amanhecer, dar com qualidade aquilo que se dispôs a dar. Isso ficou marcado na minha vida e eu peguei pra mim e se vc quiser, tb pode pegar pra vc.

Então, aproveitem a vida e valorizem aqueles que lhes querem bem, porque um dia...

Mudando hábitos

Sim, estou tentando mudar meus hábitos. Hábitos nada saudáveis para hábitos mais saudáveis. Por exemplo: faz dois meses que diminui radicalmente a quantidade de refrigerante que bebo e faz um mês que parei completamente de tomar refrigerante. Também estou comendo de vez em quando coisas que são saudáveis, entretanto que eu não gosto, como cenoura e alface. E até comi chuchu! O coisinha mais sem graça!
Também estou bebendo bastante líquido (água), mas isso já faço desde 2009 quando descobri coisas interessantes com relação ao meu corpo. E este ano descobri mais algumas coisas interessantes, todavia são questões mais pessoais, então não vou entrar em detalhes.
Dia 23 de julho havia publicado uma postagem mostrando uma lista de prioridades materiais com cinco itens. Bom, o primeiro eu já conquistei, que era um lenço grande e xadrez. Já desisti da ideia de comprar uma tablet, não é isso que eu quero. Eu quero uma mesa digitalizadora que de preferência dê para ver o que se está desenhando em cima. Como sei que é muito cara e no momento não é necessária, montei minha nova lista de prioridades. Tudo bem que só tem 4 itens, eu ia colocar a casa novamente, porém não tenho nem namorado, então por enquanto está ótimo morar com meus pais. Enquanto não encontro um companheiro e tals, porque assim eu economizo para fazer outras coisas.


01 - Celular.  Um Nokia C3 ou X2. Para escrever mensagens mais rapidamente e aproveitar outras comodidades deste aparelho como calendário para me lembrar de compromissos que ultimamente venho esquecendo, entre outras coisas.
02 - Máquina fotográfica digital. E de preferência que seja a bateria, porque eu tenho uma a pilha, mas (pelo amor de Deus!) consome pilha que é uma beleza e minhas pilhas recarregáveis já não recarregam mais. Tristeza! E eu gosto de tirar fotos, e cada vez que eu ando por aí, pela minha cidade quero tirar fotos de coisas inusitadas e não posso, porque não estou com uma camera na bolsa. (permanece!)
03 - Viagem. Viajar para o exterior seja pra trabalhar ou aprender ou passear ou os três. Não me importa, desde que eu viage.
04 - Carro. Sim! Quero muito, mas como é muito mais caro do que eu posso pagar, fica em quarto lugar da minha lista de prioridades materiais. E eu quero um Chevy QQ ou um Ford Ka 2009 ou um Renault Clio ret. De preferência com direção hidraulica, ar condicionado e airbag. Só isso que eu preciso! Nem som eu preciso, aprecio o silêncio e tenho meu mp3 que pode fazer o serviço e se tiver uma carona, podemos ficar conversando ao invés de escutar música (hahahaha!). Tudo bem, pode ter um sonzinho também. Claro, que meu sonho de consumo é o Sandero modelo esportivo da Renault, porém está muito além das minhas possibilidades financeiras no momento próximo. Mas quem sabe um dia eu consiga comprar um pra mim. (permanece!)

Termino o dia de hoje com a seguinte frase (que não lembro mais onde a li, mas provavelmente foi na internet):

"A amizade é o conforto indescritível de nos sentirmos seguros com uma pessoa sem ser preciso pesar o que se pensa e nem medir o que se diz..."

Às vezes falamos merda, mas mesmo assim nossos amigos de verdade continuam nos amando e nos aceitando como somos.

segunda-feira, 17 de outubro de 2011

Eventos de final de semana

Na sexta-feira foi a entrega de mais uma etapa do TCC. Estou um pouco mais aliviada, porém não posso relaxar e bobiar agora. Tenho que me dedicar bastante, porque já estou na reta final.
No sábado fiquei de preguicite! Eu merecia um descanso depois de ter dormido tarde na quinta e acordado cedo na sexta pra fazer meu TCC sem parar. Quase que nem almocei na sexta-feira, só pra conseguir terminar, mas parei um pouquinho, meio correndo, pra fazer uma boquinha. Também sou filha de Deus! Mas no final da tarde, dei uma caminhadinha com minha mãe até a sede do movimento de casais e jovens, porque voltei a participar do grupo de jovens da paróquia Santo Antônio. Está sendo muito bom pra mim.
No domingo tivemos um evento especial do grupo de jovens. Fomos até a comunidade Santo Antônio no bairro do Morro do Meio, para ajudar cuidando das crianças na cama elástica, piscina de bolinhas, barraca de cachorro-quente, suco, algodão-doce e pipoca. Óbvio que fiquei na barraca da pipoca! Mas não comi só pipoca, comi cachorro-quente e algodão-doce que fazia muito tempo que eu não comia, porque é muito doce. Foi muito bom! Não só pela comida, mas também e principalmente por poder ajudar.
Hoje fizemos a sandwich in my English class. It's delicious! Its name is Light Sandwich. Ingredients: tomatoe, brown bread, turkley ham, lettuces, corn, peaples and muzzarella (que eu esqueci de levar!). Foi uma manhã especial! Muito boa!
Esta semana espero que dê tudo certo para mim ir na aula de dança do ventre que quero muito aprender. Na primeira sexta-feira de outubro fiquei doente, na semana passada eu tive que terminar e entregar meu TCC, nesta sexta não pode acontecer nenhum imprevisto, porque eu QUERO fazer estas aulas.
Bom, por enquanto é isso. Quando eu conseguir as fotos de ontem eu coloco uma ou outra aqui.

terça-feira, 11 de outubro de 2011

Muitas coisas...

O mundo está mudado. Os papéis estão se invertendo. As mulheres não estão mais com paciência para esperar um homem tomar coragem para ir falar com ela. Claro! Senão ficaremos solteiras para sempre (que exagerada!).

Novidades no país das maravilhas.

O JEC está cada vez mais perto da série B (mais informações). Que orgulho!

Tudo bem, apesar de não entender de futebol e muito menos fico assistindo aos jogos, resolvi ter um time. E nada melhor do que o time da minha cidade maravilhosa. É o mais lógico! E até que eu estou gostando de torcer para ele. Bizarro!

Esta semana tenho que entregar a 4ª fase do TCC completinho. Ai, Jesus! Foco, foco, foco! É a última correção e é nesta fase que saberemos se vamos realmente para a banca ou não. Jesus apaga a luz!

Desesperos à parte, de certa forma estou numa montanha russa de emoções, entre a calma e tranquilidade ao estresse e desespero. Estranho, eu sei. Mas se não fosse estranho ou bizarro, não seria eu.

Estou baixando o filme "Coco Chanel and Igor Stravinsky" (França/2009), porém não sei quando vou ter um tempinho para vê-lo.

Hoje mandei concertar meus violões. Logo, logo estarei tentando tocar.

Os próximos finais de semana estão ocupados. É TCC, grupo de jovens, comemoração do novo emprego de uma amiga, é "trabalho" social voluntário de comemoração ao dia das crianças no Morro do Meio, viagem à Florianópolis (próximo final de semana) e TEAL (Treinamento ao Ar Livre) - UNIVILLE na Vila da Glória (no outro final de semana).

Troquei o papel de parede do blog!!

"Eu sou feita de madeira
Madeira, matéria morta
Mas não há coisa no mundo
Mais viva do que uma porta"
Vinicius de Moraes

Mais uma novidade do blog. Agora você pode receber por e-mail as atualizações do mesmo gratuitamente. É só escrever seu e-mail e clicar em submit ao lado e pronto.

Muitas atividades, muitos planos, muitos sonhos, muitas vontades.

quarta-feira, 5 de outubro de 2011

Novidades, a vida e seus sonhos

Finalmente conheci o Bar Pixel. É um bar interessante, onde toca principalmente rock. Porém é um bar mais alternativo. Então, se você for lá, nada de preconceitos. O ambiente é muito agradável e limpo (muito importante). A decoração lembra aqueles velhos botequins de esquina, até mesmo os copos de cerveja (não que eu bebo cerveja, mas meus amigos bebem) são bem característico desses lugares. As músicas, nem preciso dizer, né? Rock, rock, rock! Entretanto, nas quintas é hora de ouvir jazz no Pixel. Nas quartas o bar também abre, e acontece o Rock! Party Double Drink. Nas sextas é tempo de Vinyl, leve seu vinil e curta bons tempos. Sábados e domingos é uma surpresa, ou seja, eu não faço ideia.
Sabe por que choveu sábado? Minha culpa, fazia quase um ano que não aparecia no grupo de jovens e no sábado passado eu fui, depois de muito tempo. Foi muito bom e agradável voltar. Senti falta disso. Aliás deixe-me influenciar por uma pessoa que não me fez muito bem, acreditei em meias verdades e só me ferrei. Agora não quero deixar de fazer aquilo que eu gosto por alguém. Ninguém vale tudo isso, no sentido de que ninguém vale eu deixar de fazer as coisas que eu gosto para ficar ao lado dela (e às vezes só pra ficar ouvindo bronca). Então não vale muito a pena deixar de viver certas coisas que nos fazem bem por alguém. Uma lição muito importante que aprendi ano passado que se estende para este ano.
Domingo era pra ter um café da tarde na São José do Shopping Mueller, todavia só eu apareci, pra variar. E olha que nem fui eu quem combinou isso. Então, sei lá. Só sei que fiquei sozinha, doiando. No final das contas voltei pra casa e vi o filme South Surf - Coragem de Viver, que é um filme lindíssimo! A história de uma surfista que luta contra entemperes da vida. Tudo é possível se você acreditar que assim é!
Bom, no que compete ao meu TCC, até que estou conseguindo fazer bastante coisa, mas ainda tem muito chão pela frente. Vou ter que me desdobrar esta semana, porque semana que vem vou ter que entregar tudo pronto para a última correção antes da banca, e será nesta correção que saberei se vou ou não para a banca. Torçam por mim!
A única coisa chata é eu estar gripada novamente. Poxa! Já é a terceira, quarta ou quinta vez só neste ano. Não aguento mais. Tenho que fazer alguma coisa para melhorar meu sistema imunológico. Claro, que o estresse ajuda a minha imunidade ficar baixa, mas isso já é ridículo. Nem estou assim tão estressada. Estou até tranquila. Ansiosa. Comendo que nem uma cavala. Tudo bem, esta semana estou cheia de coisas. Tarefas do inglês atrasadas, TCC à terminar, escrever um plano de negócio (que nem sei por onde começar), aula de dança do ventre, grupo de jovens... O teatro deixei um pouco de lado este ano, mas que ano que vem vou voltar na ativa. Quero fazer o curso de dança-teatro, sapateado e canto!
Tenho muitos projetos, sonhos e objetivos para o ano que vem! Isso é muito bom, já tenho diretrizes para o ano que vem, agora só vai faltar na parte profissional, estou mandando currículos, vamos ver onde meus caminhos vão dar.

quarta-feira, 28 de setembro de 2011

Nunca desista de seus sonhos - part 2

 Continuando com as frases que achei mais fascinantes no livro do Augusto Cury, Nunca Desista de Seus Sonhos, que terminei de ler esta semana:

"Compreendeu  passo a passo que o princípio da sabedoria não é a resposta, mas a dúvida e a crítica (Durant, 1996)" (p. 108).

"Só caminhamos nos solos da vida com segurança quando conhecemos os terrenos da nossa personalidade" (p. 131).

"Aprendi que a disciplina sem sonhos produz servos que fazem tudo automaticamente. E os sonhos sem disciplina produzem pessoas frustradas que não transformam os sonhos em realidade" (p. 137).

"Aprendi que os sonhos transformam a vida numa grande aventura. Eles não determinam o lugar aonde você vai chegar, mas produzem a força necessária para arrancá-lo do lugar em que você está" (p. 137).

"Aprendi que ninguém é digno do pódio se não usar suas derrotas para alcançá-lo. Ninguém é digno de sabedoria se não usar suas lágrimas para cultivá-la. Ninguém terá prazer no estrelato se desprezar a beleza das coisas simples no anonimato. Pois nelas se escondem os segredos da felicidade" (p. 137).

"Existência clama por significado (Satre, 1997)" (p. 143).

"Muitos enterram seus sonhos nos escombros dos seus problemas (Freud, 1969)" (p. 144).

"O presidente Franklin Roosevelt disse que a única coisa a temer é o medo do medo. É preciso vencer o medo, para alcançar o vôo dos sonhos" (p. 145).

"Por outro lado, se quem erra é valorizado e encorajado, ele consegue ampiar os horizontes da reflexâo, incorporar novas experiências e refazer caminhos. Lembre-se que caímos muitas vezes até aprendermos a andar. Quem erra tem oportunidade de sonhar com as conquistas, tem mais chance de aprender e mais gosto pela vitória. Este é um dos fundamentos da inteligência multifocal. Entretanto, o medo de errar gera um 'eu' submisso, tímido e inseguro" (p. 146).

"Nos alicerces das grandes descobertas existem grandes falhas, nos alicerces das grandes falhas existem grandes sonhos de superação. Realizar os sonhos implica riscos, riscos implicam escolhas, escolhas implicam erros" (p. 147).

"Precisará de sonhos para acreditar na vida e fazer de cada minuto um momento eterno, mesmo no leito de um hospital" (p. 148).

"Precisará de sonhos para repensar seu estilo de vida e investir naquilo que você ama" (p. 148).

"Precisará de sábios sonhos para gozar os melhores dias de sua vida e fazer da fase de perda da força muscular um período de vigor mental e de usufruto da sabedoria acumulada nos anos" (p. 149).

"Os sonhos e as crises nas relações sociais
Você não precisará de sonhos para atravessar um pequeno atrito com alguém, mas precisará deles para superar suas tempestades emocionais, para vencer uma crítica injusta, uma calúnia, uma discriminação, uma deslealdade.
Precisará sonhar com a leveza da vida para superar as decepções causadas pelos estranhos e para vencer as mágoas causadas pelas pessoas que você ama.
Precisará sonhar com a solidariedade para compreender os erros dos outros, perdoar seus atos insensatos, ter esperança de que um dia mudarão. Precisará de sonhos para entender que ninguém pode dar o que não tem" (p. 147).

"Os sonhos e os conflitos afetivos
Você não precisará de sonhos para superar uma pequena tristeza ou um momento de ansiedade. Mas precisará de espetaculares ou um momento de ansiedade. Mas precisará de espetaculares sonhos para vencer uma crise depressiva, o desânimo, a falta de coragem de viver, e, assim, acreditar que todo transtorno psíquico por mais dramático que seja pode ser superado.
Precisará de sonhos que exaltam a grandeza da vida para superar uma síndrome do pânico, um transtorno obsessivo, uma doença psicossomática, um estresse pós-traumático gerado por um acidente ou uma crise financeira. Somente os sonhos nos fazem suportar uma perda irreparável. Eles lubrificam os olhos do coração: fazem uma mãe que perdeu um filho enxergá-lo brincando na eternidade.
Precisará de sonhos para não ser escravo da culpa, prisioneiro do passado, servo das preocupações do futuro. Precisará deles para sair da platéia, resgatar a liderança do 'eu', deixar de ser vítima das suas mazelas psíquicas, reeditar o filme do inconsciente e tornar-se autor da sua própria história.
Precisará de singelos sonhos para cobrar menos de si e das pessoas que o rodeiam; para elogiar, brincar, cantar e compreender mais. Além disso, precisará de muitos sonhos para zombar dos seus medos, debochar da sua insegurança, dar risadas das suas manias e, assim, viver relaxada e suavemente nessa bela e turbulenta existência." (p. 152).

"Liberte sua criatividade. Sonhe com as estrelas, para poder pisar na Lua. Sonhe com a Lua, para poder pisar nas montanhas. Sonhe com as montanhas, para pisar sem medo nos vales das suas perdas e frustrações.
Apesar dos nossos defeitos, precisamos enxergar que somos pérolas únicas no teatro da vida e entender que não existem pessoas de sucesso ou pessoas francassadas. O que existe são pessoas que lutam pelos seus sonhos ou desistem deles. Por isso, desejo sinceramente que você...
NUNCA DESISTA DOS SEUS SONHOS!" (p. 154).



Havia perdido meus sonhos no final do ano passado. O fim de um relacionamento é um novo começo para uma nova chance de amar. Entretanto para algumas pessoas dá medo de começar novamente. Eu sou uma dessas pessoas. E sou uma dessas pessoas que ficam pensando o tempo todo o que os outros vão pensar ou dizer. Esquecendo várias vezes os meus sonhos, esquecendo quem eu sou, abandonando-me literalmente.
É por isso que às vezes sou infeliz. Não é porque meus pais fizeram algo de errado, ou porque alguém próximo tenha feito alguma coisa. É simplesmente, porque esqueço de mim para viver o que os outros querem.
Agora, estou tentando perceber o que eu quero. É uma coisa estranha que dá medo muitas vezes, porque é uma coisa desconhecida à mim. Mas sei do que sou capaz. Sei que posso tudo o que eu quiser. É só ter coragem, sendo que a "coragem não é a ausência do medo e sim o julgamento de que algo é mais importante do que o medo". Não posso me esquecer disso. Assim como não posso me esquecer de mim e nem de meus sonhos.

domingo, 25 de setembro de 2011

Happy 21st Birthday!

E finalmente chegou o grande dia. O dia foi maravilhoso! Não deu sol, mas também não choveu. Foi um lindo dia cinza. E o dia começou ontem a noite, quando saí com alguns velhos amigos e fomos no Fiji Bar (que recomendo a todos! É um bar agradabilíssimo!). Lá, divertimo-nos conversando e escutando música das boas. Depois, pagamos a conta e meu pai foi me buscar. Ele chegou as 00h00, então meus amigos aproveitaram, antes de eu ir pra casa, para cantar parabéns no meio da rua. Super fofos!
Hoje, um almoço de família, calmo e tranquilo, com todos que eu amo! Faz tempo que não me sinto assim. Bem e em paz comigo mesma. Finalmente fiz as pazes comigo mesma. E parece-me que estou encontrando meu caminho em meio a mata fechada. Claro, pra quê pegar o caminho fácil e já trilhado, se é muito mais interessante trilhar meus próprios caminhos?
E você já encontrou o seu? Isso você só saberá se estiver em paz consigo mesmo, se assim vocês estiver se sentindo, então provavelmente o encontrou. Pare de se preocupar com o futuro e viva o presente que é a maior dádiva de Deus, o maior de todos os presentes. E lembre-se de sempre apreciar as coisas simples da vida, como o jeito como seu avô come, o jeito como seu pai conta piada, o sorriso da sua mãe, a gargalhada da sua tia, o jeito calado de seu tio, a fofurinha do seu primo, as habilidades da sua avó, a inteligencia da sua irmã, as coisas engraçadas que seu cunhado faz, o jeito humilde e sábio da sua bisavó... E depois dessa análise perceber que você não queria estar em outro lugar, a não ser ali, com quem você ama e que você tem certeza que te ama também.
Parabéns à mim! 21 anos de vitórias, conquistas, quedas, lágrimas, sorrisos, amigos e principalmente FAMÍLIA. Agradeço a tudo que me aconteceu, principalmente as pedras em meu caminho, que me fizeram e vão continuar fazendo eu ser uma pessoa mais corajosa à enfrentar os caminhos difíceis da minha vida, sem desistir.

quinta-feira, 22 de setembro de 2011

Nunca desista de seus sonhos

"Quando você acha que já viu tudo, é porque você não viu nada" (acabei de pensar isso, não sei se já li em algum lugar ou se alguém em algum lugar acabou de escrever isso, só sei que acabei de pensar nesta frase).

Estava lendo o livro Nunca Desista de Seus Sonhos de Augusto Cury e encontrei algumas frases muito interessantes. Estou fascinada e encantada, por isso vim aqui transcrever algumas delas:

"Os sonhos são como vento, você os sente, mas não sabe de onde eles vieram e nem para onde vão. Eles inspiram o poeta, animam o escritor, arrebatam o estudante, abrem a inteligência do cientista, dão ousadia ao líder. Eles nascem como flores nos terrenos da inteligência e crescem nos vales secretos da mente humana, um lugar que poucos exploram e compreendem" (p. 9).

"Os sonhos trazem saúde para a emoção, equipam o frágil para ser autor da sua história, renovam as forças do ansioso, aninam os deprimidos, transformam os inseguros em seres humanos de raro valor. Os sonhos fazem os tímidos terem golpes de ousadia e os derrotados serem construtores de oportunidades" (p. 12).

"Gandhi comentou com sensibilidade: 'O que pensais, passas a ser'. O que pensamos afeta a emoção, infecta a memória e gera as misérias psíquicas" (p. 16).

"Quem é escravo dos pensamentos não é livre para sonhar" (p. 16).

"Para o filósofo Kant, 'a paciência é amarga, mas seus frutos são doces'. A paciência é o diamante da personalidade" (p. 18).

"A vida inteira precisamos de graça e gentileza (Platão, 1985)" (p. 22).

"Quem almeja ter uma personalidade saudável não deve esquecer essa lei: não espere muito dos outros" (p. 57).

"As perdas deveriam nutrir o 'eu' para fazê-lo mais forte e não submisso, mas frequentemente não é isso o que acontece" (p. 58).

"Os perdedores vêem a tempestade, os vencedores vêem por trás das densas nuvens os raios de sol" (p. 60).

"O destino é uma questão de escolha" (p. 69).

"John Kennedy disse: 'O conformismo é o carcereiro da liberdade, o inimigo do crescimento" (p. 81).
"Para muitos a solidão é uma companheira intolerável, mas para os sonhadores é um brinde à reflexão. Os que têm grandes projetos precisam de uma dose de solidão para elaborarem seus sonhos" (p. 88).

"... pensamento de Agostinho: 'na essência somos iguais, nas diferenças nos respeitamos'." (p. 89).

"Quando o mundo nos abandona, a solidão é superável, mas quando nós mesmos nos abandonamos, a solidão é quase insuportável" (p. 99).

"Admirava-se: 'Que loucura é pensar! Somos uma usina de pensamentos extremamente sofisticada, mas estamos tão atarefados em procurar sobreviver que não percebemos este espetáculo'." (p. 103).

"Qual a diferença entre judeus e árabes, americanos e franceses? Quais as diferenças entre psiquiatras e pacientes? Temos diferenças culturais na habilidade criativa, na capacidade de organizar as ideias, mas os fenômenos que constroem todas essas diferenças são exatamente os mesmos" (p. 104).

Quando eu terminar de ler o livro, publicarei mais algumas frases que achei fascinantes.

quarta-feira, 14 de setembro de 2011

Privações por amor?

"Se o mundo lhe abandona, a solidão é tolerável, mas se você mesmo se abandona, a solidão é insuportável". (Frase retirada do livro "Mulheres inteligentes, relações saudáveis" de Augusto Cury)

Percebi uma verdade nisso tudo. Uma verdade importante à mim. Uma verdade que por mais que minha mãe me falava eu não queria aceitar. Estava cega de amores e essa cegueira me custou caro. Custou-me eu mesma. Custou-me o meu abandono. Fiz o que muitas mulheres fazem. Deixei de fazer aquilo de que eu gosto pra ficar atrás, na sombra de quem eu amava. E mesmo depois de tudo terminado, aquela esperança de uma reconciliação me ludibriava meus pensamentos. Fiquei tão cega e tão "devota" que abandonei as coisas que eu mais gostava e até o presente momento pensava: "é por causa do TCC que eu deixei de fazer essas coisas". Mas não é verdade. Pare de se enganar. É por causa dele que você deixou de fazer o que mais amava fazer.
Agora já está perto do final do ano, não adianta mais chorar pelo tempo que se perdeu, vou me concentrar nos meus estudos, TCC, família e namorado. Sem esquecer de parar de me enganar e seguir em frente concertando o que fiz de errado. Nada de se me anular novamente.
Nossa! Até que estou aprendendo bastante coisa este ano. Estou me conhecendo como nunca. E estou A-DO-RAN-DO!

terça-feira, 6 de setembro de 2011

Poema: Oração

Sábado foi o aniversário da minha bisavó. Consegui ter uma inspiração divina e criei um poema fofíssimo para homenageá-la, não só a ela, mas também a família maravilhosa que eu tenho.

Oração
Por Carina Freitas da Rosa

Jesus, Maria, José
É assim que tudo começa
Uma oração, uma família
Laços contidos em palavras
Soltas ao vento, ao universo
É a oração da nossa família
A base que nos apóia
Que solidifica nossas relações
E fortifica nossa fé,
Pois nossa família vossa é.

segunda-feira, 5 de setembro de 2011

Don't stop me now

Como hoje Freddie Mercury faria 65 anos se ainda estivesse vivo, coloco aqui uma música para homenagea-lo. AMO as músicas dele! Apesar de ainda não entender completamente o que significa as letras. Give me a break, I'm just learning. Esta música em especial é muito boa. Gostei do ritmo dela e agora lendo a tradução dela gostei mais ainda. É uma música divertida, assim como a pessoa está se divertindo e não quer ser parada agora. Desculpem-me se eu não fizer muito sentido, é que estou gripada. E fico meio não raciocinando direito quando estou assim, acho que a maioria das pessoas ficam assim, ainda bem que não é um privilégio só meu. Agora, curtam a letra da música e se quiserem ouvi-la entrem no YouTube, ou no link que está após a música.

Don't Stop Me Now
Queen

Tonight I'm gonna have myself a real good time
I feel alive and the world turning inside out Yeah!
And floating around in ecstasy
So don't stop me now don't stop me
'Cause I'm having a good time having a good time

I'm a shooting star leaping through the sky
Like a tiger defying the laws of gravity
I'm a racing car passing by like Lady Godiva
I'm gonna go go go
There's no stopping me

I'm burning through the sky Yeah!
Two hundred degrees
That's why they call me Mister Fahrenheit
I'm traveling at the speed of light
I wanna make a supersonic man out of you

Don't stop me now I'm having such a good time
I'm having a ball don't stop me now
If you wanna have a good time just give me a call
Don't stop me now ('cause I'm havin' a good time)
Don't stop me now (yes I'm havin' a good time)
I don't want to stop at all

I'm a rocket ship on my way to Mars
On a collision course
I am a satellite I'm out of control
I am a sex machine ready to reload
Like an atom bomb about to
Oh oh oh oh oh explode

I'm burning through the sky Yeah!
Two hundred degrees
That's why they call me Mister Fahrenheit
I'm traveling at the speed of light
I wanna make a supersonic woman of you

Don't stop me don't stop me
Don't stop me hey hey hey!
Don't stop me don't stop me ooh ooh ooh (I like it)
Don't stop me don't stop me
Have a good time good time
Don't stop me don't stop me Ah

I'm burning through the sky Yeah!
Two hundred degrees
That's why they call me Mister Fahrenheit
I'm traveling at the speed of light
I wanna make a supersonic man out of you

Don't stop me now I'm having such a good time
I'm having a ball don't stop me now
If you wanna have a good time just give me a call
Don't stop me now ('cause I'm havin' a good time)
Don't stop me now (yes I'm havin' a good time)
I don't want to stop at all

Fonte: Vagalume

terça-feira, 23 de agosto de 2011

Final de semana maravilhoso

Faz um tempinho que não escrevo aqui. Mas também, correria danada e só tende a piorar, porque cada vez que vai se aproximando o final do ano... Já viu, né? É aquela correria! Principalmente agora com o TCC.

 Como estamos no inverno e o Rafa me chama de raposa, uma imagem de uma raposa ártica.
Lindaaaa!
Encontrei-a quando estava procurando informações sobre hibernação
(não me pergunte, é apenas a título de curiosidade).

Esta é para todos os meus amigos e namorado, é claro!
Sempre que precisarem estarei aqui, não apenas para fazer sorrir,
mas também para dar um ombro amigo se precisarem chorar.

Final de semana foi uma maravilha. Começando pela sexta-feira que depois que entreguei meu TCC fui na casa do meu amadinho. A galera estava reunida pra jogar RPG. Minha personagem continuou dormindo, porque não deu tempo do Rafa continuar da parte onde paramos, porque meu pai chegou. É que todo mundo está separado, menos a Paula, o Lucas e eu que estamos juntos, mas o resto está separado.
Sábado não consegui ver meu amado. Que peninha, mas em compensação domingo o vi o dia inteiro, desde de manhã cedinho até à noite. Fomos com os pais dele à Jaraguá do Sul visitar o irmão dele. Foi um dia muito bom e gostoso. Sábado à tarde fui na Estação da Memória ver a peça Histórias de Estação e depois fui no Big do Shopping Americanas (detalhe não se chama mais assim, mas eu não lembro o nome, não costumo frequentá-lo) comprar um presente para um Chá de Bebê. Adoro chás de bebê, não vejo a hora para o meu acontecer. Tudo bem, o meu ainda vai demorar um pouquinho... Ou muito. Que coisa! Meu sonho sempre foi ter filhos cedo que nem meus pais. Mas enfim, é melhor assim.

terça-feira, 16 de agosto de 2011

Seja feliz por você

Recebi este e-mail da minha psicóloga esta semana, a qual eu sempre pensei que deve ser assim, mas não sigo exatamento isso, apesar de que estou começando a aprender novamente como é isso. No começo do ano passado, eu estava aplicando esse "sistema", mas daí comecei a namorar e tudo desgringolou por causa do bichinho chamado medo. Agora que terminamos faz um bom tempo e eu estou em um novo relacionamento há quase três meses, estou reaprendo a ser feliz por mim mesma, não dependendo dos outros. Então, os deixo com o texto que recebi, é longo, mas muito bonito.

Durante um seminário para casais, perguntaram a uma das esposas:
- Seu marido lhe faz feliz? Ele lhe faz feliz de verdade?
Naquele momento, o marido levantou seu pescoço, demonstrando total segurança. Ele sabia que a sua esposa diria que sim, pois ela jamais havia reclamado de algo durante o casamento. Todavia, sua esposa respondeu a pergunta com um sonoro “NÃO”, daqueles bem redondos.
- Não, o meu marido não me faz feliz!
Neste momento o marido já procurava a porta de saída mais próxima.
- Meu marido nunca me fez feliz e não me faz feliz! Eu sou feliz!
E continuou:
- O fato de eu ser feliz ou não, não depende dele; e sim de mim. Eu sou a única pessoa da qual depende a minha felicidade. Eu determino ser feliz em cada situação e em cada momento da minha vida, pois se a minha felicidade dependesse de alguma pessoa, coisa ou circunstância sobre a face da Terra, eu estaria com sérios problemas.
Tudo o que existe nesta vida muda constantemente: o ser humano, as riquezas, o meu corpo, o clima, o meu chefe, os prazeres, os amigos, minha saúde física e mental. E assim eu poderia citar uma lista interminável.
Eu decido ser feliz! Se tenho hoje minha casa vazia ou cheia: sou feliz! Se vou sair acompanhada ou sozinha: sou feliz! Se meu emprego é bem remunerado ou não: eu sou feliz! Sou casada, mas era feliz quando estava solteira. Eu sou feliz por mim mesma.
As demais coisas, pessoas, momentos ou situações eu chamo de “experiências que podem ou não me proporcionar momentos de alegria e tristeza”. Quando alguém que eu amo morre, eu sou uma pessoa feliz num momento inevitável de tristeza. Aprendo com as experiências passageiras e vivo as que são eternas como amar, perdoar, ajudar, compreender, aceitar, consolar.
Há pessoas que dizem: hoje não posso ser feliz porque estou doente, porque não tenho dinheiro, porque faz muito calor, porque alguém me insultou, porque alguém deixou de me amar, porque eu não soube me dar valor, porque meu marido não é como eu esperava, porque meus filhos não me fazem felizes, porque meus amigos não me fazem felizes, porque meu emprego é medíocre e por aí vai.
Amo a vida que tenho mas não porque minha vida é mais fácil do que a dos outros. É porque eu decidi ser feliz como indivíduo e me responsabilizo por minha felicidade. Quando eu tiro essa obrigação do meu marido e de qualquer outra pessoa, deixo-os livres do peso de me carregar nos ombros. A vida de todos fica muito mais leve. E é dessa forma que consegui um casamento bem sucedido ao longo de tantos anos.
Nunca deixe nas mãos de ninguém uma responsabilidade tão grande quanto a de assumir e promover sua felicidade.
Seja feliz, mesmo que faça calor, mesmo que esteja doente, mesmo que não tenha dinheiro, mesmo que alguém tenha lhe machucado, mesmo que alguém não lhe ame ou não lhe dê o devido valor.
Peça apenas ao Universo/Deus/Espírito Maior que lhe dê serenidade para aceitar as coisas que você não pode mudar, coragem para modificar aquelas que podem ser mudadas e sabedoria para conseguir reconhecer a diferença que existe entre elas.
Não reflita, apenas mude! E seja feliz!

quinta-feira, 11 de agosto de 2011

Tocando em frente

Para alegrar o dia, uma música que gosto muito e é muito gostosa de escutar na voz de Almir Sater e Renato Texeira. Na voz da Paula Fernandes também é gostosa de ouvir. Mas nada como Almir Sater e Renato Texeira, ou seja, nada como o original. É como a música Jai Ho, o melhor é a versão original, sem remix e sem uma mulher cantando o tempo inteiro só algumas partes e a maior parte da música é um homem cantando. Nada contra as mulheres cantarem, mas... Sei lá, prefiro as músicas quando são cantadas sem interferências. Apesar que tem músicas que são melhores numa versão mais atualizada, nada de remix! Tem remix que fica muito ruim, mas tem uns que ficam legais.
Segue a letra da música Tocando em frente.

Tocando em frente

Ando devagar porque já tive pressa
Levo esse sorriso porque já chorei demais
Hoje me sinto mais forte mais feliz quem sabe
Só levo a certeza de que muito pouco eu sei
Eu nada sei

Conhecer as manhas e as manhãs
O sabor das massas e das maçãs
É preciso amor pra poder pulsar
É preciso paz pra poder sorrir
É preciso a chuva para florir

Penso que cumprir a vida
Seja simplesmente
Compreender a marcha
Ir tocando em frente
Como um velho boiadeiro
Levando a boiada
Eu vou tocando os dias
Pela longa estrada
Eu vou
Estrada eu sou

Conhecer as manhas e as manhãs
O sabor das massas e das maçãs
É preciso amor pra poder pulsar
É preciso paz pra poder sorrir
É preciso a chuva para florir

Todo mundo ama um dia
Todo mundo chora um dia
A gente chega
E outro vai embora
Cada um de nós
Compõe a sua história
Cada ser em si carrega o dom de ser capaz
De ser feliz

Conhecer as manhas e as manhãs
O sabor das massas e das maçãs
É preciso amor pra poder pulsar
É preciso paz pra poder sorrir
É preciso a chuva para florir

Ando devagar porque já tive pressa
Levo esse sorriso porque já chorei demais
Cada um de nós compõe a sua história cada ser em
si carrega o dom de ser capaz de ser feliz

Musica de autoria de Almir Sater e Renato Teixeira


domingo, 31 de julho de 2011

Preguiça de domingo

Eita chuva! Deu muita preguiça hoje e nem consegui terminar a parte 1 da organização do meu quarto. Bateu aquela preguiça de final de férias da universidade e de domingo à tarde. Amanhã começa tudo. As aulas de inglês (Oh God! I don't remember!) e as aulas da universidade. O bom que nesta terça não terei aula (porque adiantamos algumas aulas nas férias com a organização da passarela da dança no Festival de Dança). Vou aproveitar para me dedicar mais ao meu TCC.
Então, esta semana só terei aula mesmo na segunda. Tenho que procurar a professora de TCE, falando nisso. Acabei não conseguindo entregar meu TCE antes das férias de julho. Mas tudo bem. Vamos tentar novamente. Ele já está pronto, só quero saber se está ok.
Ah! Sexta-feira, o Rafa e eu fizemos 2 meses que estamos juntos. E para comemorarmos, vimos Sherek para sempre na casa dele. Gosto muito desse filme. Na minha opinião é um dos melhores dos 4 filmes do Sherek. Levei emprestado pro Rafa o livro um das crônicas de gelo e fogo para ele ler, porque não vou lê-lo tão cedo. Andei comprando muitos livros, daí vou ler outros primeiro, fora que preciso ler mais para o meu TCC e minha carreira profissional. Além de trabalhar em meu TCC. Apesar de que boa parte da fundamentação teórica está pronta. Só tenho que arrumar melhor a parte sobre estética que ficou uma merdinha, porque foi o último assunto que escrevi e já estava de saco cheio de ler e escrever, o tico e o teco já não estavam mais se encontrando.
Bom, vou continuar a ler o livro Princesa para sempre e ver se corrijo mais algumas coisas do meu TCC. E comer banana amassada com aveia (huuum! A-DO-RO isso! sei, sou esquisita mesmo, não precisa comentar).

sexta-feira, 29 de julho de 2011

Organização - parte 1

Obaaaa! Hoje é sexta-feira. Estava louca para que chegasse a sexta, porque quero começar a organizar meu quarto. O planejamento está pronto. Agora, é só colocar em prática.
Esta semana eu estava cheia de atividades. De segunda a quinta estava fazendo o curso Controles Financeiros do Programa Varejo Fácil - SEBRAE. Terminei-o. Na terça a quinta à tarde estava lá na feira da sapatilha ajudando no backstage da passarela da dança. Foi legal! Terça e quarta foram corridos, na quinta foi bem mais tranquilo.
Bom, como esqueci de trazer dinheiro para ir na Depil House me depilar, vou direto pra casa (e vou ver com meu pai se ele pode me levar amanhã de manhã para me depilar) começar a minha organização do meu quarto. Separei-o em partes. A primeira parte (que irei começar hoje à tarde) serão cômoda - 2ª e 3ª gavetas (materiais papelaria, CDs, maquiagem, nécessaires e remédios); escrivaninha - gaveta (materiais papelaria); armário - lado 1: 1ª e 2ª gaveta (roupas íntimas e pijamas), lado 2: prateleira mediana (bolsas, colchas, pastas A3). Programei para fazer a parte 1 hoje à tarde, um pouquinho amanhã e domingo. Se eu terminar antes já começo a próxima parte.
Nada como se organizar para dar mais ânimo a nossa vida. Fora que estou aproveitando para jogar um monte de coisa fora ou doando para alguém que precise. Ou seja, faz bem para meu quarto, para minha autoestima, facilita minha vida (dando mais praticidade no dia-a-dia) e de quebra ajudo alguém que está necessitando de roupa ou coisa assim (fazendo um bem também para minha alma, não só na parte da caridade, mas também livrando-a de entulhos, dando uma renovada, uma circulada). Sempre é bom fazer essas organizações umas 3 vezes por ano, uma no início de dezembro, em fevereiro e outra em julho.

quinta-feira, 28 de julho de 2011

Poema

Ah, se eu conseguisse
de Carina Freitas da Rosa

Ah, se eu conseguisse falar!
Diria tanta coisa,
tantas verdades minhas,
que escondo por não dizer.
Mas as palavras ficam
presas na garganta.
Teimosas, não saem.
Acostumadas ao calor,
não querem enfrentar o frio
do mundo exterior.

quarta-feira, 27 de julho de 2011

How Can I Go On

Nesta quarta-feira, deixo vocês com uma música muito linda na voz do Freddie Mercury que é encantadora.

How Can I Go On - Freddie Mercury

How can I go on ?
How can I go on this way...

When all the salt is taken from the sea
I stand dethroned
I'm naked and I bleed
But when your finger points so savagely
Is anybody there to believe in me ?
To hear my plea and take care of me ?

How can I go on
From day to day
Who can make me strong in every way
Where can I be safe
Where can I belong
In this great big world of sadness
How can I forget
Those beautiful dreams that we shared
They're lost and they're no where to be found
How can I go on ?

Sometimes I start to tremble in the dark
I cannot see
When people frighten me
I try to hide myself so far from the crowd
Is anybody there to comfort me
Lord...take care of me

How can I go on
From day to day
Who can make me strong in every way
Where can I be safe
Where can I belong
In this great big world of sadness
How can I forget
Those beautiful dreams that we shared
They're lost and they're no where to be found

How can I go on ?

Fonte: Vagalume

terça-feira, 26 de julho de 2011

Novidades de dois dias especiais

Ontem foi um dia especial. Quero dizer, não que tenha acontecido coisas especiais, mas é que ontem foi meu desaniversário. Fiz 20 anos e 10 meses. Daqui a dois meses vou fazer 21 aninhos! Vou completar a maior idade. Hahahaha. Quando minha mãe casou ela tinha 19 anos e ela teve que pegar a autorização dos meus avós pra casar, porque ela não era de maior. Sendo que minha mãe e eu temos exatamente 19 anos de diferença. Então, não faz muito tempo que as pessoas se tornam de maior idade com seus 18 aninhos.


Hoje também é um dia especial, porque hoje é o dia da vovó. Parabéns pra minha avó e pra todas as avós do mundo.



Minha avó não tem cabelo branco. Ela pinta e não se parece muito com velhinhas. A diferença entre a minha ideia de vó e a ideia da minha mãe de vó é bem grande. Antigamente as avós eram mais velhinhas, não pintavam o cabelo, não faziam ginastica e aos 70 anos já estavam mais paradas, fazendo coisas mais sentadas como fazer bordados, tricôs, pinturas, crochês... Coisas desse tipo. Hoje em dia já é um pouco diferente. Algumas fazem essas coisas e muito mais. E estão parecendo mais jovens do que as senhoras de antigamente. Salvo algumas poucas pessoas que envelhecem antes, por causa das marcas da vida. Marcas de uma vida sofrida.
Mudando de assunto... Ontem comprei 4 livros pela internet. Tudo bem. Já tenho uma porrada de livros na estante que ainda nem consegui ler. Mas é que... Bom, talvez eu seja viciada em comprar livros. Pelo menos é uma coisa boa. Livros é sempre bom. Domingo comprei um livro na livraria, chamado "Mulheres inteligentes, relações saudáveis" do autor Augusto Cury. Espero que seja bom, apesar que os livros que li dele, já me encantaram profundamente, e atualmente estou lendo o livro "Nunca desista de seus sonhos" dele, a qual peguei emprestado dos meus avós, que está sendo muito bom. Um estímulo para continuar a lutar pelos meus sonhos. Os livros que comprei pela internet, são: Princesa para Sempre, da Meg Cabot (o último livro da série O diário da Princesa, e como eu comecei a ler, tenho todos os outros livros, seria lógico eu terminar de lê-lo, não é mesmo? Mesmo sendo bobinho, romance água com açúcar. Entretanto é tão bom ler esses romances, é BEM desestressante e dá pra dar boas gargalhadas. Fora que quem não está acostumada a ler, é uma ótima pedida pra comer, apesar de que tem outras autoras como Sarah Mason e Marian Keyes, que são romances água com açúcas mais adultos); Sobre histórias de fadas, do J.R.R. Tolkien (li a sinopse do livro e achei bem interessante, tomara que seja bom mesmo. O título também me atraío. Adoro fadas e coisas relacionadas, um dos meus filmes favoritos é o da Tinker Bell. Sei que é infantil, mas acho tão fofo e passa virtudes e qualidades que eu preso bastante); A Guerra dos Tronos - As Crônicas de Gelo e Fogo - Vol. 1, do George R.R. Martin (porque todos estão falando muito bem dele e eu consegui uma boa promoção! Espero que seja bom); A Fúria Dos Reis - As Crônicas de Gelo e Fogo - Vol. 2, do George R.R. Martin (como comprei o volume 1, aproveitei pra comprar o 2 também, porque também estava em promoção, não tão boa quanto o primeiro volume, mas se os livros forem bons mesmo vai valer a pena). E esses foram os quatro livros que eu comprei via internet. Agora só esperá-los chegarem.
Hoje vou para a Feira da Sapatilha do Festival de Dança para cuidar do backstage do Desfile dos expositores da feira. Tomara que seja divertido. Na sexta eu conto como foi os três dias de desfile (hoje, amanhã e quinta). No mais, é isso.

sábado, 23 de julho de 2011

230 postagens

"A year from now you will wish you had started today" - Karen Lamb via Making Things Happen. Esta frase estava no blog da minha colega Juliane, blog april84. E como ela, comecei a pensar e a refletir sobre ela. Continuando a ler seu blog, a primeira coisa que ela coloca é:

"Quando eu vi a mensagem acima não pude deixar de salvar, reblogar, pensar… foi tão forte que fiquei vários dias olhando e pensando nela. Quantas vezes deixamos as coisas para amanhã? Começa com a louça empilhada na pia, papéis que se acumulam em gavetas, a reeducação alimentar sempre adiada para a segunda-feira, uma conversa sincera que não acontece… e termina muitas vezes com sonhos e projetos que são deixados para depois, para quando der 'um tempinho', que não chega é nunca!"
Juliane Pereira, blog april84.

Muitos papéis acumulados nas gavetas, a reeducação alimentar sempre fica pra um outro dia, conversas sinceras nunca acontecem (só ficam na minha imaginação), muitos sonhos e projetos são deixados pra depois e o depois nunca chega, principalmente porque vivemos nos reinventando. Uma hora sonhamos com uma coisa, logo mais sonhamos com outra. Bom, eu pelo menos sou assim. Vivo sonhando e não concretizando. Mas agora já estou começando a definir minhas metas e sonhos palpáveis, como casar e ter filhos. E já estou definindo melhor meu futuro profissional. É bom definir metas para ele, porque senão vou me sentir muito perdida depois, principalmente que a faculdade está acabando e aquele sentimento de "ai, meu Deus o que faço agora" vai batendo. Até que estou conseguindo organizar a minha vida. E olha que pensei que nunca fosse conseguir. Ah! Mas como dizem: "nunca diga nunca". Eu só preciso ter calma e paciência. Não me desesperar porque o tempo está passando e parece que ainda eu não tenho nada. Também, só estou no começo da minha vida. Mas é assim que o mundo funciona hoje em dia. As pessoas sempre te dizendo de forma subliminar que estamos sempre perdendo nosso tempo. E é isso que essa frase "não deixa pra amanhã o que pode ser feito hoje" significa pra mim. Pressão! Nada mais que pressão. Pressão para nos matarmos de tanto fazer atividades num único dia. Ah! Para! Não dá pra querer abraçar o mundo num único dia. Os dias só possuem 24h. E nessas 24h você tem que se alimentar, dormir, fazer suas higiene pessoais, trabalhar, se divertir, curtir uns momentos com a família, talvez até mesmo com os amigos e/ou namorado(a). Mas também não é pra dar bobeira e ficar só dormindo (uups... foi isso que eu fiz na quinta, bom, esta é outra história, porque eu estava desperdiçando minha energia com uma pessoa que não merece, tenho que me concentrar e parar de fazer isso). Vai a luta também! Eu sei que, às vezes, é difícil, mas também sei que colocamos obstáculos onde não tem.
Agora, vamos para minha lista de prioridades materiais como disse ontem que faria hoje. Fiz um painel ilustrativo e por ordem de prioridade.


01 - Lenços. Eu amo usar acessórios, principalmente no inverno e não tenho nenhum lenço. Estou louca pra comprar um ou uns em xadrez. Também deveria ter posto aí uns chapéus e luvas mais femininas que também gostaria de ter, além de uns sapatos de salto que estou louca para ter, mas não encontro meu número. Claro, pezinho de Cinderela, quero o quê?
02 - Máquina fotográfica digital. E de preferência que seja a bateria, porque eu tenho uma a pilha, mas (pelo amor de Deus!) consome pilha que é uma beleza e minhas pilhas recarregáveis já não recarregam mais. Tristeza! E eu gosto de tirar fotos, e cada vez que eu ando por aí, pela minha cidade quero tirar fotos de coisas inusitadas e não posso, porque não estou com uma camera na bolsa.
03 - Tablet. Eu quero desenhar sem precisar ficar gastando papel. Que coisa menos ecológica! Fora que depois que eu desenho no papel não tenho coragem de jogar fora o desenho. Talvez fosse melhor comprar uma impresso multifuncional (que tenha copiadora!), mas quero uma tablet. Assim já economizo o papel.
04 - Carro. Sim! Quero muito, mas como é muito mais caro do que eu posso pagar, fica em quarto lugar da minha lista de prioridades materiais. E eu quero um Chevy QQ ou um Ford Ka 2009 ou um Renault Clio ret. De preferência com direção hidraulica, ar condicionado e airbag. Só isso que eu preciso! Nem som eu preciso, aprecio o silêncio e tenho meu mp3 que pode fazer o serviço e se tiver uma carona, podemos ficar conversando ao invés de escutar música (hahahaha!). Tudo bem, pode ter um sonzinho também. Claro, que meu sonho de consumo é o Sandero modelo esportivo da Renault, porém está muito além das minhas possibilidades financeiras no momento próximo. Mas quem sabe um dia eu consiga comprar um pra mim.
05 - Casa. Pode ser um apartamento também, mas agora que estou morando numa casa, não quero mais voltar a morar em apartamento. É tão boooom morar numa casa! A casa na imagem é a sede do Banco Itaú Personalité em Joinville - SC e foi um dos prédios recuperados pelo Patrimônio Cultural dos Imóveis, e uma das construções mais bonitas da cidade. Queria poder morar nela, mas talvez seja impossível. Mas queria poder morrar numa casa parecida. Num estilo antigo. E desde que não esteja podre por dentro. Só se eu for muito rica para fazer uma BIG reforma.

É bom eu trabalhar bastante, economizar bastante e ganhar bastante pra poder ter uma diarista pra me ajudar a limpar a casa, porque eu morro de preguiça de fazer isso. Meu quarto, coitado, só vê o aspirador de pó a cada 15 dias ou uma vez por mês. Mas pelo menos tento mantê-lo organizado. Noossa! Nunca vi eu conseguir juntar tanta coisa no meu quarto que é microscópico. Já joguei sacos e sacos de lixo reciclado fora. Que coisa, né? Como conseguimos juntar lixo, porcaria, coisas inúteis.

sexta-feira, 22 de julho de 2011

Sexta-feira: dia de subir a balança

Hoje foi um dia de gula. À tarde, comi um pastel sabor pizza, um pacotinho de bib's branco (que fazia tempo que eu não comia, mas como estava com desejo de comer chocolate, outra coisa que fazia tempo que eu não sentia mais, fui lá comprar, entretanto no final das contas meu pai acabou pagando pra mim, eu ia pagar, porém ele disse que não precisava que ele pagava). Mais tarde em casa, meu pai fez uma panelada de pipoca, que ele dividiu em dois potes, um pra mim e outro pra ele. Huuuuum! Adoro pipoca!
Meeeeu! Desse jeito vou ficar gordinha! Ou pelo menos recupero os 3kg que emagreci (e não estou conseguindo recuperar) desde o ano passado. Bom, pelo menos todo mundo sabe que comendo eu estou. Então, não é por falta de comida que eu não estou engordando. Ainda bem que parei de emagrecer. Fiquei neste peso, que é exatamente o dobro do peso de um amigo meu. Hilário!
Mais hilário ainda é que enquanto alguns querem perder peso, outras (como eu) querem ganhar. Na verdade, na verdade... Eu não quero nem ganhar e nem perder. Estou feliz com o peso que tenho e isso me basta. Apesar da inveja alheia. Eu tenho meus segredinhos para manter meu corpitiu... Hahahaha! Brincadeira, eu apenas tenho um SUPER metabolismo. Pois eu fiz um teste pra ver como é meu metabolismo, se é devagar, médio ou rápido. E meu metabolismo deu rápido. Penso que é genético, pois desconfio que do meu pai também é rápido, porque ele come, come, come e não engorda. E filha de peixe, peixinha é, né?
Meeeeeeu! Ontem dei uma de ursa. Só dormi. Tirando é claro as horas em que estava no estágio e indo pra casa de ônibus que demora uma hora pra mim chegar em casa. O resto do tempo só dormi. Então, pensando por esse lado, se ontem eu só dormi, hoje eu só comi. Está em equilíbrio. Hahahaha... Quanta besteira! Às vezes, fico impressionada comigo mesma. Se bem que a vida não teria graça se eu não pensasse besteiras de vez em quando.
Hoje estava lendo novamente algumas coisas do blog Vida Organizada. Às vezes, bate-me um desanimo, parece que nunca vou conseguir organizar nada. Mas depois começo a pensar. Fala sério! Olha quanta coisa eu já consegui organizar! Claro que nem sempre sai como planejado, mas nada como um joguinho de cintura não resolva os probleminhas e obstáculos que surgem pela frente, não é mesmo? E o que seria da vida sem os obstáculos e as pedras no caminho? Uma chatices, né?
Meeeeeu (eu tenho que parar de dizer isso)! Estou numa fascinação por casamento, vestido de noiva e educação infântil, que é brincadeira! Xô de mim! Eu quero muito um dia casar e ter meus pimpolhinhos, mas não estou em condições financeiras no momento. E ainda nem conquistei minha casa própria! Que aliás só vou conquistar depois de ter meu carro próprio, porque eu sei que posso viver na casa dos meus pais por um longo tempo. Então, por ordem de prioridades pra mim, o carro vem em primeiro lugar. Ah! E claro, algumas viagens (europa e alguns pouquíssimos lugares do Brasil que quero conhecer) também estão antes, na lista de prioridades, da casa.
Vou ver se amanhã faço uma lista de prioridades grandes para minha vida em forma de painel com imagens, pra ser mais colorido e divertido.